Aumenta contestação ao avanço da requalificação do Martim Moniz prevendo colocação de contentores


Partilhar

O Movimento Morar em Lisboa quer perceber, ainda, porque é que o projecto não foi tornado público, onde pode ser consultado, se haverá concurso público para a exploração do Martim Moniz e qual a fundamentação para a mudança de concessionário. “Segundo consta, estendeu-se o contrato por mais 14 anos. Onde é que está o parecer que fundamenta esta extensão?”, questiona Leonor Duarte. O Morar em Lisboa quer saber ainda a razão para o projecto do ateliê José Adrião Arquitectos para aquela praça nunca ter sido tornado público. “Qual será o futuro do projecto contratado à José Adrião Arquitectos, pelo qual já foram pagos 90.120 euros? Porque ainda não o conhecemos?”, questiona.

 

Foto de O Corvo

 

Ver mais em :

Aumenta contestação ao avanço da requalificação do Martim Moniz prevendo colocação de contentores

Partilhar

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.