OPortonidades e desafios: como preservar a diversidade urbana


Partilhar

O Morar em Lisboa participou neste Seminário Internacional a convite do Habitar Porto.

No dia 27 de novembro de 2018,teve lugar, no Mira Forum no Porto, o primeiro evento da série Retomar a Cidade, iniciativa realizada pelo Goethe-Institut Portugal e pela Fundação Friedrich Ebert durante este e o próximo ano. O evento de arranque Oportunidades e desafios: como preservar a diversidade urbana, coorganizado pelo grupo de investigação Morfologias e Dinâmicas do Território (CEAU-FAUP) e pelo Habitar Porto, foi composto por um workshop interno durante o dia e um debate aberto ao público .

 

A diversidade que caracteriza a cidade enquanto habitat e cria mais-valias urbanas, e que diferencia a cidade de meras monoculturas de consumo.

Como podemos preservar esta diversidade em tempos de homogeneização e de comercialização dos centros urbanos? O que está em jogo? Como podemos conciliar as transformações atuais com os interesses legítimos da população?

Estas questões foram discutidas com um foco sobre causas e sugestões de solução comuns, e o olhar para fora – para outras cidades europeias com as suas próprias problemáticas e estratégias de lidar com elas – pretende abrir o panorama da discussão e dar impulsos para novos caminhos de pensamento.

Ver programa em

https://www.goethe.de/ins/pt/pt/ver.cfm?event_id=21433198&fuseaction=events.detail

(texto adaptado a partir do evento)

 

 

A série “Retomar a Cidade” é uma iniciativa do Goethe-Institut Portugal e da Fundação Friedrich Ebert em Portugal que se dedica, durante o período de um ano, a algumas das questões mais urgentes no que diz respeito ao desenvolvimento urbano das cidades do Porto e de Lisboa. Liberalizações legais no curso da crise financeira e uma grande ênfase no turismo enquanto mercado emergente conduziram, em ambas as cidades, a uma influência cada vez maior de investimentos estrangeiros, a rendas e preços crescentes sobretudo nos bairros históricos – frente a uma disponibilidade cada vez menor de espaço habitacional em arrendamento de longa duração. Além das pessoas que vivem nos centros urbanos, este desenvolvimento afeta também o comércio local e tradicional. Nesta situação, emergem iniciativas e movimentos que tencionam recuperar o espaço urbano para a população. A série pretende focar as estratégias de solução desenvolvidas em diferentes contextos e fomentar o intercâmbio entre atores locais e internacionais do desenvolvimento urbano.

 

 

Partilhar

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.